Como acelerar o metabolismo – confira 5 dicas!

Por Farmácia Garrido
Como acelerar o metabolismo
agosto 11, 2021

O metabolismo pode ser definido como a forma que o organismo transforma calorias em energia, sendo essencial para a manutenção das funções corporais. Um metabolismo mais acelerado favorece o gasto calórico ao longo do dia, e claro, ajuda a manter a boa forma.

O que deixa o metabolismo lento?

O processo natural de envelhecimento é um dos fatores que possui ligação com a desaceleração do metabolismo. Além dele, os hábitos e estilo de vida também entram na conta – má alimentação, não controlar o peso corporal, sedentarismo, estresse constante e privação do sono são alguns exemplos. Ainda bem que existem maneiras de ajudar o metabolismo a ficar um pouco mais acelerado. Confira as nossas dicas!

Dicas para acelerar o metabolismo

Existem estratégias e hábitos diários que podem ajudar (e muito!) a acelerar essas reações bioquímicas que controlam o funcionamento do corpo:

1. Consuma mais proteínas

 Alimentos proteicos como carnes e ovos são mais difíceis de serem digeridos do que os carboidratos e gorduras, por exemplo, e esse processo acaba gerando um gasto energético maior, acelerando o metabolismo. As proteínas também são necessárias para o aumento e manutenção de massa muscular, juntamente com a prática de exercícios físicos. O ideal é consumir entre 1 e 1,4 gramas de proteínas por quilo de peso. Além da alimentação, os suplementos proteicos também podem ser ótimos aliados, como o whey protein. Converse com o seu nutricionista de confiança sobre o assunto, e veja se a suplementação é uma boa estratégia para você!

2. Consuma alimentos termogênicos

Os alimentos termogênicos são famosos por aumentarem a temperatura corporal, acelerarem o metabolismo e ajudarem o corpo a gastar mais energia. A pimenta vermelha, por exemplo, é rica em capsaicina, substância capaz de estimular a liberação de adrenalina, aumentar os batimentos cardíacos e o gasto energético. Outros alimentos e bebidas também se destacam por suas propriedades termogênicas, como a canela, o gengibre, o chá verde e o café (sem adoçar). A água também entra na lista, sabia? Quando tomamos água, o organismo tende a gastar energia para se ajustar à temperatura do líquido, favorecendo a aceleração do metabolismo.

3. Pratique exercícios físicos regularmente

Os exercícios de força em geral, são excelentes opções, ajudando no aumento de massa muscular. Além disso, estudos demonstram que os treinos intervalados (ou de HIIT) também são grandes aliados da aceleração do metabolismo. O método consiste em um treino de curta duração, com variações de intensidade ao longo dele, podendo chegar a uma frequência cardíaca máxima, aumentando o metabolismo.

4. Não pule as refeições para a manter o metabolismo acelerado

Após o jejum noturno de horas, profissionais apontam para a necessidade de se alimentar pela manhã, e, ao longo do dia, tentar manter as refeições de três em três horas. Essa rotina é importante para evitar que o organismo queime músculos para obter energia, processo chamado de catabolismo. Além disso, manter os horários da alimentação faz com que o organismo esteja sempre “trabalhando”, estimulando a termogênese alimentar.

5. Busque estratégias para controlar o estresse e a ansiedade

Esses estados estimulam a produção de determinados hormônios, como o cortisol, aumentando a produção de gordura no organismo e desacelerando o metabolismo.

Ao longo do dia podemos passar por diversas situações diferentes, e que podem ser muito estressantes. Algumas estratégias ajudam a manter a calma e o equilíbrio – priorize boas noites de sono, busque praticar atividades como meditação, tenha um hobby, faça exercícios físicos e tente distrair a mente com o que te faz bem.

Quer saber mais sobre como controlar a ansiedade? Confira nosso artigo sobre o assunto clicando aqui.

Fontes consultadas: ABM+ Saúde | Portal Tua Saúde | Hospital Oswaldo Cruz | Portal Terra.