6 Estratégias para emagrecer com saúde

Por Farmácia Garrido
outubro 8, 2020

Emagrecer com saúde e de forma definitiva pode parecer algo difícil de alcançar em um primeiro momento, principalmente quando não estamos dispostos a enfrentar mudanças em nosso estilo de vida. Isso porque o processo de emagrecimento envolve um conjunto de mudanças de hábitos, e não apenas dietas temporárias e emergentes, que apesar de possivelmente trazerem algum resultado, são difíceis de cumprir e manter, gerando na maioria dos casos o famoso “efeito sanfona”, e claro, isso não é o que queremos! Por isso, para obter resultados satisfatórios é importante ir substituindo os hábitos de acordo com as suas preferências e realidade, em um plano realmente possível de ser adotado. Qual é a sua meta de emagrecimento? Você poderá sim alcançá-la, priorizando sempre a sua saúde, e emagrecer será uma consequência natural de um corpo mais equilibrado e com um bom funcionamento metabólico, e não o contrário, ok?

Por que estou ganhando peso?

Apesar de normalmente associarmos o ganho de peso exclusivamente aos exageros alimentares e sedentarismo, nem sempre essas são as causas centrais, apesar de serem fatores fundamentais. Engordar pode estar relacionado com uma diminuição do metabolismo, problemas hormonais, uso de medicamentos ou alguma condição de saúde específica. Por isso é indicada uma avaliação médica para identificar o que ocorre no seu caso! Iniciar por aqui é o melhor caminho. No entanto, existem estratégias saudáveis que você já deve começar a adotar, conforme listamos a seguir. Confira

1 – Escolha melhor os alimentos que leva à mesa

Existe uma variedade enorme de alimentos saudáveis. Talvez alguns não sejam agradáveis ao seu paladar, mas em contrapartida existem outros diversos que você deve gostar. Invista em alimentos ricos em vitaminas, minerais, proteínas, gorduras boas e carboidratos complexos. Prefira sempre os alimentos in natura como frutas, verduras, vegetais e raízes tuberosas (como a batata doce), e também os minimamente processados (que passaram por mínimas intervenções industriais) como carnes congeladas e grãos por exemplo. Busque receitas variadas que levem esses alimentos e tome cuidado com o preparo, abusando do sabor dos temperos naturais. Elimine do cardápio produtos processados e ultraprocessados, como salgadinhos, embutidos e temperos prontos.

2 – Tenha um planejamento

Planejar a rotina é importante para que você consiga adotar novos hábitos, tenha bons resultados e emagreça com saúde. A melhora da qualidade da alimentação, por exemplo, começa desde a listinha do mercado, até a execução das receitas. Tudo precisa estar de acordo com a sua possibilidade, então analise a sua rotina e verifique como você poderá viabilizar essas mudanças. Talvez preparar as refeições em um único dia e congelar em recipientes fracionados? Ou preparar receitas práticas na hora da refeição? Deixar tudo pronto para levar ao trabalho? Planeje-se.

3 – Aumente a sensação de saciedade

Coma devagar e aproveite o momento da refeição, oferecendo o tempo necessário para que o estômago saciado “avise” o cérebro que já recebeu a quantidade de comida suficiente. Ao contrário, quando a refeição é feita às pressas, é possível que você nem note esse sinal de saciedade, e claro, coma mais. Manter o corpo devidamente hidratado ingerindo em média 2 litros de água ao longo do dia (ou mais), também ajuda na sensação de saciedade.

4 – Xô sedentarismo!

Não é novidade que a prática de exercícios físicos é fundamental para a saúde e também para emagrecer. É importante escolher modalidades que sejam interessantes e possíveis de serem praticadas por você. No entanto, quando o assunto é estimular a queima de gordura corporal, algumas modalidades se destacam, como é o caso do HIIT (treino intervalado de alta intensidade), no qual a proposta é proporcionar uma variação de intensidade, contribuindo de forma satisfatória para o processo de emagrecimento. Pesquise mais sobre o assunto!

5 – Controle o estresse

Se o estresse tem feito parte do seu dia a dia, é importante ficar alerta. Além de interferir no emagrecimento, ele é capaz de gerar diversas alterações prejudiciais. Isso ocorre porque quando o corpo se vê em uma situação que exige adaptação, libera substâncias para a ação, como o cortisol. Pratique atividades físicas para estimular a liberação de hormônios que ajudam na sensação de bem-estar, medite, faça exercícios de respiração e claro, procure ajuda profissional se perceber que o estresse continua constante.

6 – Procure ter boas noites de sono

Enquanto dormimos ocorrem reações fundamentais para que o corpo esteja renovado no dia seguinte, pronto para novos desafios. Dormir mal interfere no humor, além de estimular a produção de grelina, o hormônio da fome, fatores que vão atrapalhar a sua saúde e as suas metas em busca do emagrecimento.

Fontes Consultadas:
Hospital Sírio Libanês; Tua Saúde.